Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Assinaturas da CPI da Lava Jato não podem ser retiradas, diz Maia

Assinaturas da CPI da Lava Jato não podem ser retiradas, diz Maia
COMPARTILHE

“Eu não posso retirar assinaturas”, disse o presidente da Câmara.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou, nesta segunda-feira (16), que, pelo regimento da Casa, não pode aceitar os pedidos de retirada de apoio à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Jato.

O regimento diz que assinaturas não podem ser retiradas após o pedido ser apresentado. Em conversa com o site O Antagonista, Maia confirmou: “Eu não posso retirar assinaturas”.

175 deputados assinaram o requerimento para a criação da CPI. Oposição e Centrão trabalharam em equipe para impulsionar investigação contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e a força-tarefa da Operação Lava Jato.

Após a notícia repercutir em todos os veículos de imprensa do Brasil, alguns deputados demonstraram arrependimento, outros alegaram terem sido ludibriados.

O deputado do DEM, Sóstenes Cavalcante, e o parlamentar do Novo, Alexis Fonteyne, tentaram apresentar explicações por ter assinado o requerimento de criação da CPI.

“Eu tenho um princípio: assinar a favor de todas as CPIs, porque quem não deve não teme. Mas CPI contra a Lava Jato, eu jamais assinaria”, disse Sóstenes.

“Foi, digamos, uma inocência da minha parte. Não houve má-fé, não me sinto enganado”, alegou Fonteyne.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários