Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Associação critica redução do imposto de importação de eletrônicos

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Associação critica redução do imposto de importação de eletrônicos

Associação afirma que a discussão sobre a possível redução de impostos sobre alguns eletrônicos torna o mercado brasileiro inseguro para a atração de investimentos de fora.

A Abinee, associação brasileira do setor de eletrônicos, criticou a medida em estudo pelo governo federal para reduzir o imposto de importação de produtos como celulares e computadores.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou no último domingo (16), através do seu perfil oficial no Twitter, que os impostos poderiam cair de 16% para 4%.

“É preciso rever a tarifa, mas não só de um determinado tipo de bem. É preciso rever a tarifa que incide nos produtos que fabricamos”, disse Humberto Barbato, presidente da Abinee, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Barbato criticou o fato de a proposta de desoneração vir de um governo que tinha como promessa não privilegiar setores escolhidos.

“Estamos sendo de certa forma escolhidos, mas de modo inverso, algo não muito producente. Se você diz para mim que não vou ser escolhido como setor privilegiado, também não quero ser escolhido como setor preterido”, acrescentou Barbato.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email