Português   English   Español

Associações médicas celebram indicação de Mandetta para Saúde

O ortopedista e deputado federal Luiz Henrique Mandetta vai assumir o Ministério da Saúde.

O décimo ministro de Jair Bolsonaro foi confirmado diretamente pelo presidente eleito. Ele também é o terceiro filiado do Democratas a se juntar à equipe do futuro governo.

A indicação de Luiz Henrique Mandetta tem respaldo da Associação Médica Brasileira (AMB), do Conselho Federal de Medicina (CFM), do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB).

Porém, o que pesou para Bolsonaro foi o sinal verde da Frente Parlamentar da Saúde. O presidente eleito declarou:

A escolha foi da bancada da saúde da Câmara, das Santas Casas do Brasil, das mais variadas entidades médicas de todo o Brasil. A exemplo da agricultura, eu acolhi a indicação dessas entidades que querem uma saúde realmente diferente, e fiz a escolha do Mandetta.

Um integrante do CFM, que pediu para não ser identificado, revelou ao jornal Correio Braziliense que a entidade temia que o próximo ministro não fosse alguém ligado à medicina.

“É sempre mais penoso quando uma escolha política interfere numa técnica. A pasta tem muitos problemas e diversas particularidades para uma pessoa assumir sem a mínima afinidade com o tema”, justificou.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter