Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Astrônomos criticam constelação de satélites da SpaceX

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Astrônomos criticam constelação de satélites da SpaceX
COMPARTILHE

Cientistas afirmam que projetos como o Starlink podem levar a uma “superpopulação” de satélites visíveis, dificultando o avistamento de estrelas

A SpaceX colocou em órbita os primeiros 60 satélites da constelação Starlink, a primeira parte do projeto que pretende oferecer internet de banda larga no mundo todo a baixo custo.

Ao operar a apenas 550 km da Terra, a Starlink permite uma conexão terrestre de baixa latência, superando os atuais sistemas de internet via satélite.

Ainda assim, o empreendimento do bilionário Elon Musk está incomodando muita gente, especialmente a comunidade científica.

O grande problema é que os satélites são mais visíveis a olho nu do que o esperado, provavelmente porque seus enormes painéis solares refletem a luz solar. Com isso, eles ficam brilhantes perto do nascer e do pôr do sol, informa o Olhar Digital.

Já pensou no que pode acontecer com o céu noturno quando a SpaceX terminar de lançar os 12 mil satélites que pretende colocar em órbita?

Astrônomos argumentam que o brilho dos satélites Starlink poderia interferir nos trabalhos de observação, e o que é pior: arruinar o céu noturno para todas as pessoas.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.