Ataque aéreo dos EUA mata 4 terroristas na Líbia

O exército dos Estados Unidos se responsabilizou nesta quarta-feira (7) pela morte ontem de quatro terroristas do grupo Estado Islâmico (EI) na Líbia.

Os jihadistas morreram como consequência de “um ataque aéreo de precisão em coordenação com o Governo Líbio do Acordo Nacional (GNA)”.

O bombardeio, do qual “por enquanto” não se tem conhecimento de que tenha causado vítimas civis, aconteceu nas proximidades da cidade de Beni Walid, no noroeste do país, segundo afirmou o Comando dos Estados Unidos para a África (Africom) em comunicado.

De acordo com informações do BOL:

“Os Estados Unidos não retrocederão em seu objetivo de degradar, perturbar e destruir organizações terroristas e de trazer estabilidade à região. Estamos decididos a manter a pressão sobre a rede de terror e a evitar que os terroristas possam encontrar refúgio”, acrescentou a nota.

Anteriormente, as autoridades líbias tinham informado à Agência Efe de um ataque aéreo na madrugada passada em Beni Walid, no qual quatro supostos membros do EI morreram, entre eles um “emir” da organização.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia