Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Ataque terrorista islâmico comprovado’, diz Macron

Macron reduz impostos na França em resposta a 'coletes amarelos'
COMPARTILHE

Macron comentou sobre a decapitação no meio da rua de um professor de história e geografia.

O presidente da França, Emmanuel Macron, denunciou, nesta sexta-feira (16), o terrorismo islâmico ao falar sobre o ataque brutal contra um professor nas ruas de Paris.

Ao comentar sobre a decapitação no meio da rua de um professor de história e geografia, Macron declarou:

“Um de nossos cidadãos foi assassinado, hoje, por ensinar aos alunos sobre a liberdade de expressão. A liberdade de crer e de não crer. Nosso compatriota foi vítima de um ataque terrorista islâmico comprovado.”

E acrescentou:

“Se este terrorista matou um professor, é porque queria abater a República, o Iluminismo, a possibilidade de tornar livres os filhos de nossos cidadãos. Essa batalha é nossa.”

O mandatário francês completou:

“O obscurantismo e a violência não vencerão. Isso é o que eles estão buscando, e devemos permanecer juntos.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários