Português   English   Español

Ataques da grande mídia contra a porta-voz da Casa Branca partem pro lado pessoal

Vários colunistas e jornalistas renomados atacaram Sarah Sanders nas últimas semanas com zombamentos sobre sua aparência e sobre a forma como ela fala.

O relacionamento da grande mídia com a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, entrou em novo patamar de tensão no último mês depois que as hostilidades dos jornalistas deixaram o espectro político e passaram pro lado pessoal.

O colunista Frank Burni do New York Times escreveu no dia 3 de novembro:

Ouvir ela falar a palavra ‘prioridades’ é semelhante a ouvir o ar fugir de um pneu furado, ela deixa a metade das consoantes pelo caminho.

O cartunista David Horsey foi muito mais grosseiro. Em uma coluna no Los Angeles Times, Horsey zombou da aparência de Sanders ao dizer:

Sarah não se parece com o tipo de mulher que Donald Trump escolheria para ser sua porta-voz.

Até agora, não encontrei nenhuma notícia sobre jornalistas ou grupos feministas criticando os comentários maldosos contra a pessoa de Sarah Sanders. Mais um claro exemplo de indignação seletiva.

 

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter