Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Ativista relaciona João de Deus a tráfico internacional de crianças

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ativista relaciona João de Deus a tráfico internacional de crianças
COMPARTILHE

Em vídeo, ativista pede que mais mulheres denunciem João de Deus e faz apelo a outras nações para cobrarem as autoridades brasileiras.

A ativista Sabrina Bittencourt, uma das principais responsáveis por divulgar as denúncias contra João de Deus, publicou um vídeo denunciando o médium por mais crimes, além das centenas de denúncias de abusos sexuais.

Na publicação, compartilhada nas redes sociais, ela afirma ter descoberto a existência de uma rede de tráfico de bebês chefiada por João de Deus e que, além disso, garotas de 14 a 18 anos, na maioria negras e de baixa renda, teriam sido usadas como escravas sexuais.

A ativista afirma, no vídeo, que conseguiu contato com mães que teriam adotados os filhos dessas mulheres em pelo menos três continentes. E pediu ajuda das autoridades para apurar melhor o esquema.

Sabrina declarou:

A gente tem recebido relatos, desde as mães adotivas dessas crianças que foram vendidas por US$ 20 mil (cerca de R$ 74 mil) a US$ 50 mil (cerca de R$ 185 mil) na Europa, EUA e Austrália, até ex-funcionários e cidadãos de Abadiânia que estão farto de serem coniventes com a quadrilha de João de Deus.

E acrescentou:

Em troca de comida, elas eram engravidadas para vender [os bebês] no mercado negro. Centenas de meninas foram escravizadas durante anos, viveram em fazendas de Goiás, serviam de matrizes para ficarem grávidas, para os bebês serem vendidos. Essas meninas eram assassinadas depois de 10 anos parindo. A gente já tem uma série de relatos, mas a gente precisa de mais provas.

Confira o vídeo:

Amig@s e REDE! Precisamos que tod@s vocês COMPARTILHEM este vídeo nos seus feeds e marquem pessoas de Goiás e norte de MG. Estamos investigando de forma independente, apartidária, imparcial e neutra, os outros crimes de João Teixeira e sua quadrilha. Com o fim de colaborar com a Polícia Federal, FBI e Polícia Internacional da União Europeia, na identificação das rotas de fuga de tráfico de bebês e escravidão sexual das mulheres que sistematicamente foram obrigadas e coagidas a parir e entregar estes bebês. Eles são levados em geral, por guias turísticas espirituais (mas também por funcionários/as e quadrilha) para EUA, Europa e Austrália e vendidos por 20 a 50 mil dólares.Nós garantimos anonimato absoluto e graças ao respeito da identidade de vítimas de abusos, ex-funcionárias, cidadãos de Abadiânia, Anápolis e MG, conseguimos alcançar de forma pacífica e organizada, o encaminhamento às autoridades competentes e imprensa de confiança, dados que culminaram na prisão temporária para julgamento de João de Deus.Agradeço o apoio e sinto informar a alguns desavisados "shanti-shanti", que isto é um mundo REAL do qual a maioria aqui não está acostumada a tratar. O Brasil é um dos principais países que desaparecem com crianças, traficam pessoas e tem um mercado lucrativo que deixa cada vez ricos mais ricos e pobres mais pobres. ———————————————————-OBS: NAO TENHO MEDO DE "PROCESSO" DE BANDIDOS E NEM AMEAÇA DE MORTE. SEJA POR PARTE DE MATADORES, POLÍTICOS, ADVOGADOS OU CÚMPLICES! sa.bittencourt@protonmail.com coamebr@pm.me❤️?

Posted by Sabrina de Campos on Friday, January 4, 2019

Uma equipe de reportagem do portal “R7” tentou entrar em contato com Sabrina Bittencourt para comentar sobre as denúncias, mas não obteve resposta até a noite de sábado (5).

O advogado criminalista Alberto Toron, um dos representantes de João de Deus, também foi procurado, mas não houve retorno.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.