Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Ativistas de esquerda pedem remoção de estátua de Thomas Jefferson

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Ativistas de esquerda pedem remoção de estátua de Thomas Jefferson

Alunos de viés esquerdista da Universidade de Hofstra estão exigindo que a escola remova uma estátua de Thomas Jefferson.

Além de ter sido o terceiro presidente dos Estados Unidos (1801-1809), Thomas Jefferson foi o principal autor da declaração de independência norte-americana.

Um dos mais influentes Founding Fathers — os “Pais Fundadores” da nação, Jefferson entrou para a história por sua promoção dos ideais do republicanismo nos Estados Unidos.

Apesar de toda essa bagagem histórica, a figura de Thomas Jefferson está sofrendo ataques em instituições de ensino dos EUA.

Na semana passada, por exemplo, alunos da Universidade de Hofstra protestaram contra a presença de uma estátua de Thomas Jefferson no campus.

A estátua, que está no centro de controvérsias no campus, já foi alvo de vandalismo em 2018, quando os termos “Descolonização” e “Vidas Negras Importam” foram marcados no monumento.

A repulsa de ativistas de esquerda pela figura do ex-presidente dos EUA é tanta que até um evento anual foi criado para lutar pela remoção da estátua da universidade.

Segundo o responsável pelo evento, o objetivo é “expor a cultura de preconceito” e exigir que “a estátua de Thomas Jefferson seja removida”.

“É sobre o que a estátua representa: um legado de racismo e fanatismo nos campi universitários”, afirmou um dos líderes do movimento, segundo o site Campus Reform.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email