Português   English   Español
Português   English   Español

Atriz convoca greve de sexo nos EUA a favor do aborto

Atriz convoca greve de sexo nos EUA a favor do aborto
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Milano convocou greve de sexo nos EUA contra lei que restringe direito ao aborto na Geórgia.

A legislação que proíbe o aborto se os batimentos do coração do bebê forem detectados está provocando reações histéricas de esquerdistas nos Estados Unidos.

A atriz de Hollywood e feminista, Alyssa Milano, convocou mulheres a participarem de uma “greve de sexo” contra a nova legislação do Estado da Geórgia, no sudeste dos EUA.

Milano declarou:

“Até que as mulheres possam ter controle total sobre os próprios corpos, não podemos arriscar uma gravidez.”

E, segundo a Folha, acrescentou:

“Junte-se a mim em não fazer sexo até que recuperemos a autonomia sobre nossos corpos.”

A mensagem, que foi publicada no último sábado (11) no Twitter, se espalhou com rapidez e dividiu opiniões, levando a hashtag #SexStrike (Greve de sexo, em tradução livre) a ser uma das mais replicadas na rede social.

A lei apelidada de “heartbeat”, ou lei dos “batimentos cardíacos”, foi sancionada pelo governador da Géorgia, Brian Kemp, no dia 7 de maio, e entrará em vigor em 1° de janeiro, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!