Português   English   Español

Atuação das Forças Armadas nas fronteiras do Brasil deve aumentar

Atuação das Forças Armadas nas fronteiras do Brasil deve aumentar

Plano de segurança da equipe de Bolsonaro prevê Forças Armadas mais atuantes nas fronteiras.

A equipe de segurança pública do governo Bolsonaro prevê uma presença maior das Forças Armadas na repressão ao crime organizado na fronteira do Brasil com países da América Latina.

A ideia é um dos pontos previstos nas 50 páginas de propostas para a segurança pública enviadas ao presidente eleito Jair Bolsonaro, por meio do general da reserva Augusto Heleno, por um grupo informal de apoiadores civis e militares do presidente eleito.

O plano encaminhado ao presidente eleito lista medidas e em quanto tempo elas podem ser adotadas, variando de meses a anos.

O trabalho da fiscalização nas fronteiras é considerado central para impedir entrada de armas e drogas destinadas principalmente ao Rio de Janeiro e a São Paulo.

Para os consultores, a FAB (Força Aérea Brasileira) teria o papel mais efetivo nesse aspecto, por meio de fiscalização do espaço aéreo e da análise de imagens de satélite com o objetivo de impedir entrada de aviões e barcos.

 

Adaptado da fonte Folha

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter