Augusto Heleno rebate acusações de Sara Winter

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Winter disse que foi proibida pelo general Heleno de “gritar com a imprensa".

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, rebateu, nesta segunda-feira (5), as acusações da militante direitista Sara Winter.

Em seu perfil no Facebook, Winter disse que foi proibida pelo militar de “gritar com a imprensa, de mandá-los embora [da entrada do Palácio da Alvorada], de gritar ‘Globo lixo’”.

Através do Twitter, Heleno confirmou o encontro com Winter, mas afirmou que o diálogo foi “amistoso, educado e produtivo”:

“Em maio, recebi Sara Winter e alguns membros dos ‘300 do Brasil’. Travamos um diálogo amistoso, educado e produtivo. Objetivo era aconselhá-los a moderar suas posições e colaborar com a segurança de todos na porta do Alvorada. Não houve qualquer tipo de discórdia, reprimenda ou ameaça.”

No período em questão, veículos de imprensa interromperam, temporariamente, a cobertura na porta do Palácio do Alvorada, em Brasília, em razão do atrito com apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.