Português   English   Español

Aumenta em 50% o número de fazendas no Brasil comandadas por mulheres

mulheres

As mulheres estão cada vez mais presentes na agropecuária do Brasil: a cada dez chefes de fazenda, dois são mulheres.

Os dados fazem parte dos resultados preliminares do Censo Agropecuário 2017, divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 11 anos, aumentou a proporção de dirigentes de estabelecimentos agropecuários no Brasil do sexo feminino. O porcentual de entrevistas autodeclaradas como responsáveis pelo agronegócio aumentou de 12,68% em 2006 para 18,64% em 2017.

Nessa edição do Censo Agropecuário, o IBGE coletou também informações sobre cogestão de estabelecimentos agropecuários por casais. Se somadas as mulheres que também administravam os estabelecimentos junto com os maridos, o porcentual de dirigentes do sexo feminino no agronegócio era de 34,75% em 2017: 945.490 responsáveis autodeclaradas e 816.926 em direção conjunta com companheiros, totalizando 1.762.416 de mulheres chefiando a produção agropecuária no País.

“Tem mais mulheres como produtoras, como gerentes e responsáveis pelas atividades dos estabelecimentos agropecuários”, disse Antonio Carlos Florido, coordenador técnico do Censo Agropecuário.

 

Com informações da Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...