Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Austrália ignora ameaças da China ao insistir em investigação

Austrália ignora ameaças da China ao insistir em investigação
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

A China, que é o principal parceiro comercial da Austrália, ameaçou economicamente o país vizinho.

O governo da Austrália anunciou, nesta quarta-feira (29), que vai continuar a exigir uma investigação sobre a origem do novo coronavírus, apesar de a China ter ameaçado boicotar as importações de bens e serviços australianos.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, declarou:

“A Austrália continuará a adotar esse curso de ação extremamente razoável e sensato. Este vírus já matou mais de 200 mil pessoas em todo o mundo e paralisou a economia global. As implicações e os impactos são extraordinários.”

Na última semana, o governo australiano pediu uma investigação “transparente” sobre a origem do Covid-19, que foi inicialmente detectado na cidade chinesa de Wuhan.

A proposta foi condenada pelo regime comunista em Pequim, que considerou existirem motivações políticas, como noticiou a RENOVA.

O chefe do Tesouro australiano, Josh Frydenberg, acrescentou: 

“[A Austrália] não se curvará perante a extorsão, e vai continuar a defender o interesse nacional australiano e a não negociar a saúde para obter resultados econômicos.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE