Austrália mata cachorros em canil para tentar conter a Covid-19

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Condado da Austrália mata cachorros em canil para tentar conter a Covid-19

O governo de Bourke Shire, na Austrália, fez a eutanásia de 15 cachorros, entre eles 10 filhotes, para evitar que voluntários levassem os animais para um abrigo.

O governo local justificou a ação alegando que o deslocamento até o canil não poderia ocorrer já que o Estado está em bloqueio total devido ao aumento de casos de Covid-19 causados pela variante Delta.

Em um comunicado, o conselho da região também apresentou mais desculpas para a execução dos cachorros:

  • Animais estavam no canil desde o início de agosto;
  • Local estava superlotado;
  • Animais estavam atacando uns aos outros.

Segundo a emissora local Sky News, as autoridades justificaram ainda que já estavam há duas semanas em contato com voluntários que não puderam fazer a retirada dos cães:

“Tentando impedir as pessoas de outras comunidades de entrarem em Bourke, dado o nível de vulnerabilidade da comunidade e o fato de todas as regiões de Nova Gales do Sul estarem sob ordens de permanência em casa, foi tomada a decisão junto do conselho de sacrificar os cães.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.