Premier da Austrália diz que pedofilia é “tragédia nacional” após confirmação de 8 mil vítimas de abusos sexuais

O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, definiu de “tragédia nacional” o relatório apresentado pela Comissão de Investigação sobre a Pedofilia no país, que ouviu mais de oito mil vítimas de abusos sexuais.

Em pronunciamento oficial nesta sexta-feira, Turnbull disse:

O relatório revelou uma tragédia nacional. Agradeço aos membros da comissão e aqueles que tiveram a coragem de relatar suas histórias.

O presidente do grupo, Peter McClellan, advertiu que as revelações “não se tratam de problemas do passado”:

Através de muitas décadas, as instituições traíram nossas crianças. Os sistemas de proteção da infância e a Justiça civil os abandonaram. A polícia se negou, na maioria das vezes, em crer nas crianças e investigar as suas denúncias. Já o sistema de Justiça penal criou muitas barreiras para os processos.

A Comissão pediu ao governo que seja instituído um novo crime na Constituição para facilitar os procedimentos penais em casos em que as instituições falhem em proteger as crianças e que o governo crie o Escritório Nacional para a Segurança dos Menores, com um site e uma linha telefônica exclusiva para a denúncia de crimes.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *