Português   English   Español

Áustria culpa migrantes islâmicos por antissemitismo crescente na Europa

Em discurso durante uma conferência sobre o antissemitismo na quarta-feira (21), o chanceler austríaco Sebastian Kurz culpou a migração islâmica pelo aumento da violência contra os judeus na Europa.

Durante a conferência em Viena, o líder da Áustria declarou:

Você só deve permitir que tantas pessoas imigrem para um país se você for capaz de integrá-las. Então, eu acho que um fluxo de imigrantes não registrado e não organizado sempre pode ser um problema para um país.

O chanceler Sebastian Kurz acrescentou:

E especialmente um fluxo forte de imigrantes provenientes de países muçulmanos pode causar problemas como um entendimento diferente sobre Israel ou idéias antissemitas, que não gostaríamos de ter em nossas sociedades.

De acordo com o diretor executivo do Comitê Judaico Americano, David Harris, a Europa é muito passiva em relação ao antissemitismo.

O judeu declarou:

Eu gostaria de ver os países europeus mais zangados, mais irritados com o tratamento de Israel na comunidade internacional.

E completou:

Os governos europeus precisam se levantar mais e mostrar a coluna vertebral, exatamente como Sebastian Kurz está fazendo agora e demonstrando que isso pode ser feito.

Confira o vídeo (em inglês):

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter