Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Áustria cria força-tarefa para controlar fronteiras do país

epa05133174 Two Austrian soldiers patrol along the Slovenian-Austrian border during a visit of Austrian Minister of Defense Hans Peter Doskozil at a temporary camp at the Slovenian-Austrian border, near the village of Spielfeld, Austria, 29 January 2016. Austria unveiled a plan on 20 January to cap the number of new asylum seekers it will take in the coming years, prompting reactions by politicians across Europe and highlighting a divide in how governments plan to handle a record influx of refugees. Austria decided to limit refugee numbers to 37,500 this year - a sharp drop from the 120,000 asylum claims the Alpine country was expecting. EPA/MARIJA KANIZAJ
COMPARTILHE

O ministro do Interior da Áustria, Herbert Kickl, anunciou a criação de uma força-tarefa da polícia para reforçar os controles nas fronteiras do país nesta sexta-feira (19/01).

O representante, que pertence ao Partido da Liberdade (Fpoe), afirmou que o grupo é uma “unidade de rápida intervenção” que pode “evitar em poucas horas” a entrada em massa de imigrantes pela fronteira e fazer “uma rápida identificação”.

“Não haverá mais o ‘deixa passar’ de antes”, disse em entrevista ao jornal local Tiroler Tageszeitung.

No entanto, ele reconheceu que o governo já tem controles eficazes, especialmente, na fronteira com a Itália, e que não há “previsão de que 2015 se repita”, disse ainda referindo-se à chegada em massa de deslocados vindos da Itália.

No ano passado, Viena quase causou um incidente diplomático com o governo italiano ao enviar militares do Exército para cidade fronteiriça de Brennero. A situação entre os dois países, aliás, vive em altos e baixos por conta dos imigrantes ilegais.

Apesar da fala de Kickl, os números de pedido de asilo na Áustria despencam desde 2015. Até julho do ano passado, eles eram pouco mais de 14,5 mil – menos da metade do mesmo período do ano anterior.

 

Com informações de: [IstoE]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE