Ministra da Áustria culpa Angela Merkel pela crise migratória

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A ministra austríaca das Relações Exteriores, Karin Kneissl, criticou a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pela decisão de abrir as portas da Europa para milhões de imigrantes ilegais.


A nova ministra foi nomeada pelo partido direitista FPÖ, mas se declara independente. Ela tem sido um crítica vocal das políticas de migração em massa desde que a crise estourou em 2015 no continente europeu.

Em entrevista à revista alemã Der Spiegel, a ministra da Áustria disse que a União Européia precisa de “uma reforma abrangente de todo o sistema de asilo e gestão das fronteiras“.

Culpando a chanceler alemã, Angela Merkel, por “convidar” os migrantes para a Europa, Karin Kenissl declarou:

Há pessoas no caminho que, de outra forma, nunca teriam vindo. Eu estava viajando no Oriente Médio no outono de 2015 e conheci muitas pessoas que disseram: “Merkel nos chamou!” Eles abandonaram seus empregos para ir para Europa.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Kenissl também elogiou o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, por seu trabalho para garantir a segurança das fronteiras europeias. De acordo com a ministra, os Estados membros da UE devem se espelhar no primeiro-ministro da Hungria e em seu trabalho na prevenção da migração ilegal.

Tanto a Áustria como a Hungria estão sendo comandadas por governos conservadores. Os líderes das nações já demonstraram a intenção de trabalhar em conjunto para conter os malefícios da migração em massa no continente europeu.

Com informações de: [Spiegel]

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...