Áustria protegerá suas fronteiras após pacto migratório na Alemanha

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O governo austríaco afirmou nesta terça-feira (03) que está disposto a “adotar medidas para proteger” suas fronteiras após as restrições à entrada de migrantes anunciadas pela vizinha Alemanha

Entre as medidas propostas pela chanceler alemã Angela Merkel a seu ministro do Interior, o conservador Horst Seehofer, como parte de um acordo para resolver a crise governamental, figura o projeto de expulsar para a Áustria os imigrantes ilegais que chegaram na Alemanha e que não puderam ser reenviados para o país pelo qual entraram na União Europeia.

Em um comunicado, o governo da Áustria afirmou:

Se o governo alemão validar o compromisso alcançado na segunda-feira à noite seremos obrigados a adotar medidas para evitar as desvantagens para Áustria e sua população.

A nota cita a disposição para “adotar medidas de proteção das fronteiras especialmente no sul”, com Itália e Eslovênia.

Viena afirmou que poderia aplicar dispositivos similares e enviar para as fronteiras do sul os demandantes de asilo, sob o risco de provocar um efeito dominó na Europa.

 

Com informações do BOL

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.