Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Avanço da inteligência artificial preocupa CEO do Google

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Avanço da inteligência artificial preocupa CEO do Google

O chefe de uma das principais empresas tecnologia do mundo, disse que as preocupações com a inteligência artificial são “muito legítimas”, mas ressaltou que a indústria de tecnologia deve ser responsável por regular seu uso.

Sundar Pichai, CEO do Google, disse que novas ferramentas de Inteligência Artificial (AI) – a espinha dorsal de inovações como carros sem motoristas e algoritmos de detecção de doenças – exigem que as empresas estabeleçam orientações éticas e reflitam sobre como a tecnologia pode ser abusada.

O executivo declarou:

Acho que a tecnologia tem que perceber que não é possível construí-la e consertá-la. Eu acho que isso não funciona.

E acrescentou:

As gigantes da tecnologia precisam garantir que a inteligência artificial não prejudique a humanidade.

Ele disse que está otimista sobre os benefícios a longo prazo da tecnologia, mas sua avaliação dos riscos potenciais da AI ​​é semelhante à de alguns críticos que dizem que a tecnologia poderia ser usada para fortalecer a vigilância invasiva, armas mortais e disseminação de desinformação.

Outros executivos de tecnologia, como o fundador da SpaceX e Tesla, Elon Musk, ofereceram previsões mais terríveis de que a AI poderia ser “muito mais perigosa do que as armas nucleares”.

Elon Musk teme o avanço da Inteligência Artificial (AI)
Adaptado da fonte SFGate

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email