Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Aviões militares da Rússia interceptados pelos EUA no Alasca

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Aviões militares da Rússia interceptados pelos EUA no Alasca

A informação foi confirmada na segunda-feira (20) pelo Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (Norad, na sigla em inglês).

A Força Aérea dos Estados Unidos identificou e interceptou seis aviões militares da Rússia, quatro deles com capacidade nuclear, no litoral do Alasca.

O comando militar dos EUA afirmou:

“Caças do Norad interceptaram bombardeiros e caças russos que estavam entrando no Alasca. Dois Tupolev Tu-95 foram interceptados por dois F-22 americanos; um segundo grupo de dois Tupolev Tu-95 e dois caças Sukhoi Su-35 foi interceptado mais tarde por dois F-22.”

As aeronaves russas não chegaram a entrar no espaço aéreo dos EUA nem do Canadá. De acordo com o Norad, permaneceram o tempo todo “em espaço aéreo internacional”, informa a agência EFE.

O Ministério da Defesa russo usou as redes sociais para garantir que a missão dos aviões do país não representava nenhuma violação:

“Quatros bombardeiros estratégicos Su-95 da Força Aérea russa realizaram um voo já programado sobre águas neutras dos mares de Chukotka, Bering e Okhotsk, assim como ao longo do litoral do Alasca e das Ilhas Aleutas.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email