Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ayan orientava ataques contra adversários do MBL, diz ex-colaboradora

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ayan orientava ataques contra adversários do MBL, diz ex-colaboradora
COMPARTILHE

“Quem orientava as publicações em ambos os sites era o Luciano Ayan, além de pessoas do próprio MBL”, diz Francine Galbier.

Após imbróglio envolvendo o blog Jornalivre, que tinha Roger Scar como editor-chefe, o blogueiro Luciano Ayan e as lideranças do Movimento Brasil Livre (MBL) decidiram criar um outro site para publicar as notícias que os interessavam: O Diário Nacional.

Uma das autoras de boa parte dos textos publicados no novo blog era a estudante Francine Galbier, que também chegou a escrever para o Jornalivre.

Em conversa com o site UOL, Francine diz que recebia uma remuneração pelos textos. Os pagamentos, segundo ela, eram feitos por Ayan. 

Ela também confirma que recebia instruções diretas sobre o que deveria escrever:

“Quem orientava as publicações em ambos os sites era o Luciano Ayan, além de pessoas do próprio MBL, como o Renan Santos, que pedia conteúdos a serem publicados nesses blogs, uns atacando adversários políticos do movimento e outros destacando ações de membros do MBL.”

Atualmente com 27 anos, Francine diz estar arrependida de praticamente tudo o que fez e diz reconhecer que a sua atuação no MBL ajudou a contribuir para uma “onda de desinformação”:

“Eu me arrependo de ter falado um dia algo contrário ao movimento feminista, de todos os vídeos que eu fiz, mas principalmente um que fiz atacando a Agência Pública. Recebi orientações do que era pra falar e, depois, percebi que fiz um papel ridículo.”

A ex-colaboradora do MBL completou:

“Também me arrependo de ter participado de campanhas de ataques e linchamentos virtuais contra jornalistas.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram