Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Balas na clavícula e no pulmão, diz médico de Cid Gomes

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Balas na clavícula e no pulmão, diz médico de Cid Gomes
Imagem: Reprodução/Veríssimo Barroso/Twitter

“O ecocardiograma não demonstrou comprometimento das cavidades cardíacas”, diz médico.

Mamede Francisco Johnson de Aquino Filho, cirurgião do Hospital do Coração de Sobral, está com a responsabilidade de atender o senador licenciado Cid Gomes (PDT).

Cid foi baleado ao tentar invadir um batalhão da Polícia Militar de Sobral, no Ceará, com uma retroescavadeira, na tarde desta quarta-feira (19).

O médico confirmou que o político foi atingido por duas balas, uma na clavícula e outra no pulmão esquerdo

Aquino Filho afirmou que um dos projéteis provocou um pneumotórax que “causou certa instabilidade”, mas, após drenagem, hidratação e medicação, o paciente se encontra estável.

Em áudio obtido pela rádio Jovem Pan, o doutor detalha o estado de saúde de Cid Gomes:

“Confirmado aqui que o ex-governador recebeu dois projéteis. Um bateu na clavícula e saiu. Outro entrou no pulmão esquerdo, fez um pneumotórax, foi drenado no Hospital do Coração. Está estável. Foi feita hidratação, dois acessos calibrosos… está indo agora para a Santa Casa fazer uma tomografia para ver se tem alguma estrutura maior.”

O médico acrescentou:

“O ecocardiograma não demonstrou comprometimento das cavidades cardíacas. O paciente, portanto, não teve nenhum choque de causa cardiovascular. Teve o pneumotórax que causou certa instabilidade, mas, após drenado, está estável, conversando, tranquilo. Agora vai fazer uma tomografia para avaliar melhor e depois ficar em cuidados de UTI.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email