- PUBLICIDADE -

Banco Central da Argentina alerta contra criptomoedas

O Banco Central da Argentina emitiu um alerta, na última quinta-feira (20), contra as criptomoedas. Em comunicado conjunto com a Comissão Nacional de Valores Mobiliários (CNV), a principal instituição financeira argentina alegou que as moedas digitais representam um risco para usuários e investidores. A íntegra do comunicado do BC da Argentina acerca dos cripto ativos está disponível na internet. Apontando para um interesse crescente pelo assunto na Argentina, o BC pede que a população tenha cautela: “Embora os cripto ativos atualmente não apresentem níveis significativos de aceitação e uso na Argentina, a velocidade dos desenvolvimentos e o crescente interesse por eles tornam necessária a adoção de uma atitude cautelosa em relação a eles.” Entre os riscos que o Banco Central da Argentina apontou estaria o fato das moedas digitais não terem um curso legal. Além disso, segundo a instituição financeira, os ativos digitais teriam preços com alta volatilidade, riscos de ataques cibernéticos, fraudes, lavagem de dinheiro, entre outros mais.
- PUBLICIDADE -

Um alerta contra as criptomoedas foi feito por autoridades argentinas.

O Banco Central da Argentina emitiu um alerta contra as criptomoedas na última quinta-feira (20).

Em comunicado conjunto com a Comissão Nacional de Valores Mobiliários (CNV), a principal instituição financeira argentina alegou que as moedas digitais representam um risco para usuários e investidores.

A íntegra do comunicado do BC da Argentina acerca dos cripto ativos está disponível na internet.

Apontando para um interesse crescente pelo assunto na Argentina, o BC pede que a população tenha cautela:

“Embora os cripto ativos atualmente não apresentem níveis significativos de aceitação e uso na Argentina, a velocidade dos desenvolvimentos e o crescente interesse por eles tornam necessária a adoção de uma atitude cautelosa em relação a eles.”

Entre os riscos que o Banco Central da Argentina apontou estaria o fato das moedas digitais não terem um curso legal.

Além disso, segundo a instituição financeira, os ativos digitais teriam preços com alta volatilidade, riscos de ataques cibernéticos, fraudes, lavagem de dinheiro, entre outros mais. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -