- PUBLICIDADE -

Banco Central defende criação da nota de R$ 200

Banco Central baixa Selic para 4.5% mínima histórica
Foto: Divulgação/Banco Central
- PUBLICIDADE -

Os argumentos foram levados ao STF em atendimento a ordem da ministra Cármen Lúcia.

Em parecer jurídico enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (27), o Banco Central explicou que a produção da nova cédula de R$ 200 foi “a única solução técnica possível para a situação emergencial que se apresenta”.

A instituição financeira disse que se o Supremo suspender a produção das notas vai “colocar em risco o atendimento das necessidades de numerário para garantir o funcionamento adequado da economia e do sistema financeiro nacional”.

O BC explicou que a pandemia de coronavírus aumentou a demanda por dinheiro em espécie e reduziu o retorno de cédulas aos bancos. 

Ainda de acordo com o Banco Central, foram testadas diversas opções, como aumentar a compra de notas de R$ 100, mas a Casa da Moeda disse que já estava no limite de suas capacidades.

“A única solução remanescente foi a aumentar a encomenda à CMB conjugando necessariamente essa opção com a combinação de denominações que maximizassem o valor monetário a ser produzido”, conclui o documento, segundo o blog Antagonista.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -