- PUBLICIDADE -

Banco Central monta centro para acelerar criação de fintechs

Banco Central monta centro para acelerar criacao de fintechs
Imagem: Reprodução/Twitter
- PUBLICIDADE -

BC é um dos mais fechados e sisudos órgãos do governo federal. Este cenário está mudando.

O Banco Central tem aberto suas portas para startups de inovação em serviços para o sistema financeiro, transformando-se em um ambiente favorável para acelerar protótipos de tecnologia avançada. 

Essas startups financeiras são chamadas de fintechs.

Com apoio do BC, elas desenvolvem projetos lado a lado com técnicos que elaboram as normas regulatórias do mercado brasileiro.

Criado dois anos atrás, o Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) lança, no próximo mês, a terceira chamada de inscrição para novos projetos. 

Segundo o jornal Estadão, a diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, declarou:

“Durante muito tempo, o BC foi acusado de ser uma caixa-preta e de estar fechado em si. O LIFT rompe esse paradigma e coloca o banco numa postura de abertura e diálogo.”

O projeto foi inspirado na experiência do Banco da Inglaterra e da autoridade monetária de Cingapura.

A experiência tem dado resultado. Protótipos “acelerados” no LIFT já começaram a receber aportes de investidores interessados nas fintechs. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -