Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Banco Central monta centro para acelerar criação de fintechs

Banco Central monta centro para acelerar criacao de fintechs
Imagem: Reprodução/Twitter

BC é um dos mais fechados e sisudos órgãos do governo federal. Este cenário está mudando.

O Banco Central tem aberto suas portas para startups de inovação em serviços para o sistema financeiro, transformando-se em um ambiente favorável para acelerar protótipos de tecnologia avançada. 

Essas startups financeiras são chamadas de fintechs.

Com apoio do BC, elas desenvolvem projetos lado a lado com técnicos que elaboram as normas regulatórias do mercado brasileiro.

Criado dois anos atrás, o Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) lança, no próximo mês, a terceira chamada de inscrição para novos projetos. 

Segundo o jornal Estadão, a diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, declarou:

“Durante muito tempo, o BC foi acusado de ser uma caixa-preta e de estar fechado em si. O LIFT rompe esse paradigma e coloca o banco numa postura de abertura e diálogo.”

O projeto foi inspirado na experiência do Banco da Inglaterra e da autoridade monetária de Cingapura.

A experiência tem dado resultado. Protótipos “acelerados” no LIFT já começaram a receber aportes de investidores interessados nas fintechs. 

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias