Bancos têm até 4 de outubro para limitar Pix noturno a R$ 1 mil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pix é um sistema de pagamento instantâneo em funcionamento há dez meses.

A limitação das transações do Pix durante o período noturno foi anunciada em agosto pelo Banco Central do Brasil.

O objetivo da medida é reduzir os casos de sequestro e roubo noturno e atende pedido das próprias instituições financeiras.

O teto de R$ 1 mil para as operações noturnas vale tanto para o Pix como para outros meios de pagamento.

Transferências via TED, DOC, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos também passarão a obedecer a esse limite.

As medidas devem entrar em vigor até 4 de outubro.

Até essa data, as instituições financeiras deverão oferecer aos clientes a opção de cadastrar previamente contas que poderão receber transferências acima dos limites estabelecidos.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.