Bandidos usando burca matam dono de joalheira na Inglaterra

Três bandidos entraram disfarçados em joalheira na cidade de Leicester, na Inglaterra, usando burcas. Os meliantes torturaram e espancaram até a morte o pai de família dono do estabelecimento.

Charles Mcauley, de 20 anos, e Thomas Jervis, de 24 anos, negaram ter matado Ramniklal Jogiya, de 74 anos, mas foram condenados por assassinato no Tribunal da Coroa de Birmingham por causa de um crime conjunto, conforme informou a polícia na noite de quarta-feira (8).

Callan Reeve, 20 anos, também foi condenado pelo homicídio do empresário, que era descrito pela comunidade como gentil e trabalhador. O britânico deixa para trás três filhos e uma esposa.

Jervis era o líder da quadrilha e foi filmado pelo circuito interno de câmeras da joalheria usando a vestimenta islâmica.

Foto: Polícia de Leicester

A vítima foi sequestrada e amarrada em uma van branca. Seu corpo foi encontrado jogado no acostamento de uma pista na manhã seguinte.

Ele foi efetivamente “espancado até a morte”, disse a polícia. 27 ferimentos separados foram encontrados em seu corpo, incluindo pancadas devastadoras na cabeça, bíceps com fraturas expostas e seis costelas quebradas.

A promotoria disse que ele foi torturado porque a gangue precisava de informações para finalizar o roubo da sua loja, incluindo o código do cofre.

Foto: Polícia de Leicester

Adaptado da fonte Breitbart
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia