Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Barragem tira de casa moradores de Nova Lima e Ouro Preto

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Barragem tira de casa moradores de Nova Lima e Ouro Preto

Moradores das cidades de Nova Lima e Ouro Preto, na região metropolitana de Belo Horizonte, que vivem próximos a cinco barragens precisaram sair de suas casas na manhã desta quarta-feira (20).

Segundo comunicado da minerador Vale publicano na manhã de hoje, serão cerca de 75 pessoas removidas.

A prefeitura de Nova Lima informou que foi comunicada pela Vale às 8h45 desta manhã, segundo O Tempo.

Ainda segundo a prefeitura, uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social prestará apoio às famílias.

Na cidade, serão removidas 38 famílias moradoras do Complexo Rio de Peixe, em função de riscos na barragem de Vargem Grande.

Confira a íntegra do comunicado da Vale logo abaixo:

“Vale informa sobre continuidade do descomissionamento de barragens a montante

A Vale S.A. (“Vale”) informa que, dando continuidade ao processo de descomissionamento da barragem a montante de Vargem Grande, anunciado em 4 de fevereiro no Fato Relevante “Vale informa sobre decisão de paralisação temporária das operações do Complexo de Vargem Grande”, nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, a Vale coordenará com as autoridades a realocação das pessoas situadas na Zona de Autossalvamento (“ZAS”) da referida barragem.

A Vale informa, também, que iniciou a preparação para a realocação das pessoas nas ZAS associadas ao descomissionamento das barragens Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, que fazem parte das dez barragens a montante inativas remanescentes da Vale conforme o plano de aceleração de descomissionamento anunciado no Fato Relevante “Vale anuncia o descomissionamento de todas as suas barragens a montante” do dia 29 de janeiro. Estas quatro barragens inativas estão localizadas no entorno da mina de Fábrica, cuja produção será mantida através do processamento a seco, com um impacto estimado de perda de aproximadamente 3 Mtpa em 2019.

No total, cerca de 75 pessoas que vivem próximas a cinco barragens devem deixar suas casas hoje de forma ordenada. “

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias