PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Barroso alerta Bolsonaro: atuar contra eleições é crime

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ministro diz que eleição é “pressuposto do regime democrático”.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O ministro do STF, Luís Roberto Barroso, afirmou, nesta sexta-feira (9), que é crime de responsabilidade tentar impedir a realização das eleições.

A declaração é uma resposta ao presidente Jair Bolsonaro, que sugeriu que o Brasil pode não ter eleição em 2022 se o voto impresso auditável não for aprovado até lá.

Em nota, Barroso, que é presidente do TSE, alertou:

“A realização de eleições, na data prevista na Constituição, é pressuposto do regime democrático. Qualquer atuação no sentido de impedir a sua ocorrência viola princípios constitucionais e configura crime de responsabilidade.”

No início da noite, como noticiou a Renova, o ministro também se manifestou em suas redes sociais, com o compartilhamento de dicas de livros e músicas em seu perfil no Twitter. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.