- PUBLICIDADE -

Barroso sugere que STF é visto como protetor da ‘elite corrupta’

Barroso sugere que STF é visto como protetor da ‘elite corrupta’

- PUBLICIDADE -

Nos EUA, ministro sugere que “descrédito” do Supremo é fruto de decisões da própria Corte.

O ministro Luís Roberto Barroso avaliou nesta quinta-feira (25) que o “momento de descrédito” do Supremo Tribunal Federal (STF) está relacionado à percepção da sociedade de que os ministros por vezes protegem uma “elite corrupta”.

Em palestra na Universidade de Columbia, em Nova York, Barroso sugeriu que isso é fruto de decisões tomadas pelo próprio tribunal.

“Uma Corte que repetidamente e prolongadamente toma decisões com as quais a sociedade não concorda e não entende tem um problema”, afirmou o ministro, segundo o jornalista Fausto Macedo.

“Porque a autoridade depende de confiança e credibilidade. Se você perde isso, a força é a única coisa que sobra”, acrescentou.

Barroso ponderou que por vezes cabe ao tribunal tomar decisões contramajoritárias, quando a decisão que atende ao anseio da sociedade não passa pelo filtro da Constituição.

Desde a semana passada, o STF vive uma das maiores crises da gestão do presidente da Corte, Dias Toffoli, com o chamado inquérito das “fake news”, que impôs remoção de conteúdo dos sites O Antagonista e Crusoé.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -