Português   English   Español

77% dos belgas não se sentem em casa após invasão migratória

O aumento maciço da proporção de imigrantes muçulmanos no país resultou em 2/3 dos belgas sentindo que sua nação está sendo “invadida cada vez mais”, de acordo com um novo estudo.

A pesquisa intitulada Black Yellow Blues 2017 foi uma iniciativa da emissora pública RTBF e do jornal liberal Le Soir, realizada pelo instituto de pesquisa sociológica Survey and Action e a fundação globalista This is not a Crisis.

Este sentimento de rejeição ao intenso fluxo migratório ficou especialmente marcado entre os entrevistados de 65 anos e mais, dos quais 84% compararam a chegada em massa dos migrantes e refugiados como uma invasão.

No geral, 2/3 das 4.734 pessoas entrevistadas acreditam que existem muitos imigrantes na Bélgica, enquanto 77% concordaram com a declaração: “Hoje já não nos sentimos em casa, como antes da migração em massa“.

De acordo com 74% das pessoas entrevistadas, o Islã “não é uma religião tolerante“, enquanto 60% disseram que a presença de tantos muçulmanos em sua nação representa uma ameaça à sua identidade. Apenas 12% disseram acreditar que a religião é “uma fonte de enriquecimento” para a Bélgica.

 

Com informações de: [Breitbart]

 

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter