PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Bélgica proíbe protesto contra o pacto migratório da ONU

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Uma marcha planejada contra o Pacto Global de Migração da ONU em Bruxelas, neste domingo, foi barrada pelo prefeito da cidade e pelo primeiro-ministro da região.

O prefeito Philippe Close e o premiê regional Rudi Vervoort afirmam que “não se pode permitir que uma marcha desse tipo ocorra em Bruxelas”, registra o jornal belga “HLN“.

A marcha, organizada por vários grupos patrióticos e pelo partido político nacionalista Vlaams Belang, estava planejada para o próximo domingo (16).

Nas redes sociais, cerca de 45 mil pessoas demonstraram interesse em participar da marcha contra o pacto da ONU, que faz da migração um direito humano.

Autoridades em Bruxelas temem que a manifestação possa se espalhar para outras partes do País e, portanto, o prefeito tomou a decisão de proibi-la.

“Achávamos que a decisão havia sido tomada por causa do ataque terrorista em Estrasburgo, mas o problema não parece ser a segurança dos manifestantes, mas o direito de protestar e a liberdade de expressão”, disse o organizador da marcha, Filip Brusselsmans.

Ironicamente, ele acrescenta que a proibição faz com que ele pense em “regimes totalitários”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.