Português   English   Español
Português   English   Español

Bélgica questiona saída temporária da prisão após ataque terrorista

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Autoridades da Bélgica questionaram nesta quarta-feira (30) os motivos de um presidiário, envolvido com radicais islâmicos na cadeia, ser libertado temporariamente, permitindo que ele praticasse um ataque terrorista na cidade de Liège.

O ministro da Justiça, que supervisiona o serviço prisional, disse que se sentiu “responsável” pelo derramamento de sangue de terça-feira (29), em que duas policiais e um civil foram mortos.

O terrorista que realizou o ataque foi morto a tiros pela polícia em uma escola próxima pouco depois. De acordo com a agência Amaq, o indivíduo era membro do grupo jihadista Estado Islâmico.

De acordo com informações da Reuters Brasil:

O ministro do Interior, Jan Jambon, disse que as autoridades ainda estão examinando os motivos de Benjamin Herman, um traficante belga de 31 anos que esteve preso por anos, mas foi liberado por dois dias na segunda-feira para se preparar para uma eventual liberação em 2020.

“Há sinais de que ele foi radicalizado na prisão, mas será que foi essa radicalização que o levou a cometer esses atos? “, disse Jambon, acrescentando que embora Herman tenha sido identificado em relatórios de segurança em 2016 e início de 2017, ele era uma figura marginal.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!