Biden suspende sanções de Trump ao Tribunal Penal Internacional

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Biden quer uma relação mais colaborativa com o TPI após os quatro anos da gestão Trump.

O governo de Joe Biden informou, na última sexta-feira (2), que suspendeu as sanções impostas pela administração do ex-presidente Donald Trump à procuradora do Tribunal Penal Internacional (TPI).

No ano passado, o ex-chanceler Mike Pompeo denunciou o TPI como um “tribunal desautorizado” e impôs tanto sanções financeiras quanto uma proibição de visto à sua principal procuradora, Fatou Bensouda.

A medida irritou bastante os parceiros europeus dos Estados Unidos.

Agora, o sucessor de Pompeo, Antony Blinken, disse que os EUA continuam “em total desacordo” com as ações tomadas pelo TPI no Afeganistão e em Israel, mas considerou que as medidas do governo Trump foram “inapropriadas e ineficazes”.

Biden revogou um decreto de Trump sobre as sanções impostas em setembro de 2020, que também suspendeu as medidas punitivas contra o chefe da Divisão de Jurisdição, Complementaridade e Cooperação da Procuradoria, Phakiso Mochochoko.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.