Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Biden tira EUA de aliança internacional contra o aborto

Biden tira EUA de aliança internacional contra o aborto
COMPARTILHE

Batizada de “Consenso de Genebra”, a aliança pró-vida é formada por 32 países.

O governo de Joe Biden anunciou, na última quinta-feira (25), que vai apoiar ações em “educação, saúde e direitos sexuais reprodutivos, além de voltar a financiar organismos internacionais e organizações que trabalham com esses assuntos”.  

A declaração foi feita na Organização Mundial da Saúde (OMS), entidade que Biden prometeu recolocar os EUA após sua posse. 

Com essa nova posição, Biden reverte a política defendida por seu antecessor, Donald Trump, de combater o aborto internamente e em fóruns internacionais.  

O comentário ainda indica a saída do país de uma aliança internacional contra o aborto, que foi anunciada em outubro do ano passado. 

Batizada de “Consenso de Genebra”, esta aliança pró-vida é formada por 32 países.  

Além de Brasil e EUA, aderiram ao documento Arábia Saudita, Egito, Iraque, Indonésia, Congo, Hungria, Polônia, Paquistão e Zâmbia, entre outros

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
4 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
helio
helio
1 mês atrás

Um velho marionete, débil mental!

Almanakut Brasil
Almanakut Brasil
1 mês atrás

PRIMEIRO, É QUE ELE COMO BOM ABORTISTA CATÓLICO DEVIA TER ABORTADO O FILHO PROBLEMÁTICO.

SEGUNDO, É O QUE O ABORTO PODERÁ LIVRAR OS DOIS TARADOS PERVERSOS DE FUTURAS COMPLICAÇÕES.

Jefferson
Jefferson
1 mês atrás

Como se adere a um grupo contrário ao aborto, se é estabelecido regras dentro de cada estado para a sua prática?

Ou se centraliza toda a decisão e proíbe de uma vez ou fazem este discursinho pró-vida totalmente hipócrita, quando o governo não pode interferir em leis estabelecidas por cada estado.

Não é os USA o modelo de democracia conservador que muitos pregam?

Valdir
Valdir
1 mês atrás

Estava demorando para começar as inevitáveis cagadas esquerdistas…