Bilionário chinês pega 18 anos de prisão por motivos obscuros

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O bilionário foi condenado pelo regime por "provocar problemas".

O bilionário chinês Sun Dawu foi condenado a 18 anos de prisão e multado em 3,11 milhões de yuans após semanas de audiências secretas.

Um tribunal em Gaobeidian, perto de Pequim, condenou Sun pelos seguintes crimes:

  • Reunir uma multidão para atacar órgãos do Estado;
  • Obstruir a administração do governo;
  • Provocar brigas e problemas.

Os motivos apontados pelo regime chinês são frequentemente utilizados para punir personalidades dos direitos humanos e dissidentes do regime comunista.

Criador de porcos e magnata da agricultura, Sun foi preso no dia 11 de novembro ao lado de outras 20 pessoas, incluindo sua esposa, dois filhos e noras.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o grupo Defensores dos Direitos Humanos da China (CHRD) afirma que a acusação contra Sun é uma retaliação pelo longo apoio e amizade do bilionário com os dissidentes chineses.

Todos os bens do magnata, avaliados em mais de US$ 2 bilhões, foram confiscados pelo Partido Comunista Chinês (PCCh).

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.