- PUBLICIDADE -

Bill Clinton tenta se afastar do amigo pedófilo Jeffrey Epstein

Bill Clinton tenta se afastar do amigo pedófilo Jeffrey Epstein
- PUBLICIDADE -

Clinton disse “não saber de nada” sobre os “crimes horríveis” de tráfico sexual de menores que promotores acusaram o bilionário Epstein.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, tenta manter distância dos crimes sexuais contra menores praticados por seu amigo íntimo Jeffrey Epstein.

Em um comunicado publicado nesta segunda-feira (8), o porta-voz do ex-presidente, Angel Ureña, declarou:

“O presidente Clinton não sabe nada sobre os crimes terríveis que Jeffrey Epstein se declarou culpado na Flórida há alguns anos, ou aqueles que foram recentemente acusados em Nova York.”

Ureña explicou que o ex-presidente “não fala com Epstein há mais de uma década”, mas admitiu que Clinton viajou no avião de Epstein em missões “relacionadas ao trabalho da Fundação Clinton”, informa o site UOL.

No entanto, segundo informações da emissora Fox News, Clinton viajou no avião particular de Epstein — conhecido como “Lolita Express” — em pelo menos 26 ocasiões diferentes.

Ureña também disse que Clinton “nunca esteve” na mansão Epstein na Flórida, em sua fazenda no Novo México ou na Ilha Little Saint James, a ilha privada do magnata do arquipélago caribenho das Ilhas Virgens.

Epstein foi preso no último sábado e nesta segunda foi acusado pelo Ministério Público americano, em Nova York, de ser responsável por uma rede de tráfico sexual de menores.

De acordo com a acusação, pelo menos entre 2002 e 2005, Epstein abusou sexualmente de dezenas de menores em suas mansões em Nova York e na Flórida.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -