Bispos da Venezuela criticam ditadura por repressão a presos políticos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Conferência Episcopal da Venezuela pediu nesta quinta-feira (17) que a ditadura de Nicolás Maduro “respeite a vida daqueles que estão sob sua responsabilidade”.

A cobrança chega um dia após a revolta de prisioneiros políticos na sede central do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin), em Caracas, que deixou dezenas de opositores feridos. Segundo a imprensa local, eles foram “brutalmente espancados”.

O motim foi provocado por violações dos direitos humanos dos detentos.

“Queremos ver alguém, se existe alguém capaz de fazê-lo, que venha mostrar a cara nessa prisão subterrânea onde se mata pessoas”, declarou o ex-prefeito de San Cristóbal Daniel Ceballos, preso desde 2014, em um vídeo.

Com informações de: [BOL]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.