PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Black Lives Matter critica EUA e defende ditadura de Cuba

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Os líderes dos EUA tentaram esmagar essa revolução por décadas”, diz o BLM.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O movimento de extrema esquerda, Black Lives Matter, culpou os Estados Unidos pela crise enfrentada pelos cubanos após décadas de rígido controle da ditadura comunista.

Um comunicado foi divulgado pelo BLM nas redes sociais, nesta quarta-feira (14), após manifestantes pró-democracia saírem às ruas de várias cidades da Ilha no último fim de semana.

De acordo com o texto:

“Black Lives Matter condena o tratamento desumano do governo federal dos EUA aos cubanos e insta-o a suspender imediatamente o embargo econômico. Esta política cruel e desumana, instituída com a intenção explícita de desestabilizar o país e minar o direito dos cubanos de escolher seu próprio governo, está no cerne da atual crise de Cuba.”

A organização alinhada à esquerda radical acrescentou:

“O povo de Cuba está sendo punido pelo governo dos Estados Unidos porque o país manteve seu compromisso com a soberania e a autodeterminação. Os líderes dos Estados Unidos tentaram esmagar essa revolução por décadas. Em vez de amizade, respeito e boa vontade internacionais, o governo dos EUA apenas instigou o sofrimento para os 11 milhões de habitantes do país – dos quais 4 milhões são negros e pardos.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.