- PUBLICIDADE -

Black Lives Matter planeja distúrbios no pós-eleição há meses

China usa Black Lives Matter para rebater críticas dos EUA

Os radicais de esquerda estão planejando distúrbios em grande escala nos arredores Casa Branca.

- PUBLICIDADE -

Grupos alinhados aos movimentos de extrema esquerda Black Lives Matter e Shutdown DC têm realizado sessões de treinamento para manifestantes dispostos a protestar neste 3 de novembro, dia da eleição presidencial nos Estados Unidos.

Os radicais de esquerda estão planejando distúrbios em grande escala nos arredores Casa Branca.

Não é à toa que centenas de estabelecimentos comerciais estão erguendo barricadas como forma de proteção. Até mesmo a Casa Branca está com uma cerca no seu entorno, como noticiou a RenovaMídia.

Vários documentos vazados e gravações de ligações do Zoom apontam para uma rede de esquerdistas que buscam se mobilizar em todo o país, especialmente se o candidato presidencial democrata Joe Biden perder ou se o presidente Donald Trump contestar os resultados da eleição.

O objetivo aparente da extrema esquerda é continuar a agitação civil desde o dia da eleição até pelo menos o final desta semana — e potencialmente até a posse presidencial em janeiro.

A emissora FOX News não conseguiu confirmar de forma independente a legitimidade das gravações e documentos com as autoridades locais e federais.

O Departamento de Polícia de Washington D.C. não retornou imediatamente um pedido de comentários da FOX News.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -