Acusado de blasfêmia no Paquistão pula de janela para evitar estupro

Um rapaz acusado de blasfêmia na cidade de Lahore, no Paquistão, afirma que foi torturado pela polícia e teve que saltar da janela do quarto andar para evitar abuso sexual.

O jovem Patras Masih foi acusado de usar seu telefone para postar imagem considerada como uma blasfêmia contra o islamismo em um grupo do Facebook. Ele se rendeu à polícia no dia 19 de fevereiro em seu bairro cristão no norte de Lahore e foi conduzido para a ala de cibercriminosos da Agência Federal de Investigação (FIA).

Quatro dias depois, na sexta-feira (23), seu primo Sajid Masih, zelador de um colégio local, foi convocado pelo escritório da FIA.

Eles me chamaram para vir pegar o telefone celular de Patras. Quando cheguei no escritório, Patras também estava presente “, disse o zelador depois de recuperar a consciência no dia seguinte.

Ele foi entrevistado em vídeo na presença de dois líderes da igreja local, Emmanuel Khokhar e Niamat Bhatti:

Sajid Masih makes harrowing revelations in a video statement

[VIDEO] Sajid Masih has made some harrowing revelations in a video statement.Read the Pakistan Today exclusive story: https://www.pakistantoday.com.pk/2018/02/24/fia-forced-me-to-have-sex-with-main-blasphemy-accused-claims-injured-suspect-in-video-statement/

Posted by Pakistan Today on Saturday, February 24, 2018

Sajid Masih – 24 anos – sofreu múltiplas fraturas depois de saltar do prédio onde ele estava detido. Ele afirma ter sido espancado, chutado e atacado com um cabo elétrico. Ele alega também ter sido forçado a retirar a calça de seu primo e recebido ordens para praticar sexo oral em seu primo, Patras Masih, de 20 anos.

No entanto, a polícia local e a agência paquistanesa de investigação de crimes cibernéticos ofereceram diferentes explicações. Pequenos protestos foram organizados na segunda-feira (26) contra os supostos maus-tratos. O ministro do Interior, Ahsan Iqbal, ordenou um inquérito oficial de investigação.

 

Com informações de: [WWM]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *