Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bloomberg é acusado de racismo após vazamento de áudio

Bloomberg é acusado de racismo após vazamento de áudio
Imagem: Jeff Kowalswki/AFP
COMPARTILHE

Bloomberg vem sendo chamado de racista por democratas e republicanos. 

O pré-candidato democrata Michael Bloomberg defendeu uma controversa política de segurança adotada por sua gestão quando era prefeito de Nova York, conhecida nos Estados Unidos como “stop and frisk” (“parar e revistar”, em tradução livre). 

De acordo com um áudio de 2015, compartilhado nas redes sociais do presidente Donald Trump, Bloomberg aparece dizendo que “95% dos assassinatos, assassinos e vítimas de assassinos” são homens de minorias entre 16 e 25 anos e que, para reduzir a violência, era necessário jogá-los contra a parede e revistá-los.

Na gravação, segundo o jornal Gazeta do Povo, Bloomberg declarou:

“Você precisa tirar as armas das mãos das pessoas que estão sendo mortas. Você quer gastar o dinheiro com muitos policiais nas ruas, coloca os policiais onde está o crime, o que significa em bairros minoritários”.

O áudio foi originalmente postado no Twitter, na segunda-feira (10), pelo escritor Benjamin Dixon. Um dia depois, o chefe da Casa Branca compartilhou o áudio, mas logo em seguida o apagou de sua rede social.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários