Português   English   Español

BNDES incentivou a indústria nacional, diz Doria sobre jatinho

BNDES incentivou a indústria nacional, diz Doria sobre jatinho
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Doria pediu que o BNDES “focasse nos bilhões emprestados” durante os governos do PT.

O Banco Nacional de Desenvolvimentos Econômico e Social (BNDES) divulgou, nesta segunda-feira (19), a lista de empresas que pegaram empréstimos do banco estatal para comprar um jato.

Entre os 134 beneficiários revelados em lista está o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que, por meio da Doria Administração de Bens, financiou uma aeronave de R$ 44 milhões em 2010.

Além da empresa de Doria, estão na lista companhias como JBS e Brisair Serviços Técnicos Aeronáuticos, de propriedade do casal de apresentadores de TV Luciano Huck e Angélica Ksyvickis Huck.

Nesta terça-feira (20), através da rede social Twitter, Doria respondeu às críticas após ver seu nome em matérias repercutindo na imprensa.

Sem citar nomes, o governador tucano chamou de “oportunistas” os que divulgaram a notícia, que ele considera “requentada”.

Doria afirmou que o empréstimo foi ocasionado para fomentar a indústria nacional, uma vez que o jatinho é fabricado pela Embraer.

E, para completar o desabafo na rede social, Doria reclamou do caminho tomado pela direção do BNDES na abertura da caixa-preta.

“Recomendaria que a cúpula do banco focasse nos bilhões emprestados pelo BNDES para obras de ‘desenvolvimento’ em países ‘companheiros’ durante a gestão do PT no Governo Federal e que nunca foram pagas”, acrescentou Doria.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...