- PUBLICIDADE -

Bolívia anula ordem de detenção contra Evo Morales

Evo Morales denuncia crimes contra a humanidade na Bolívia

Juiz local disse que os direitos de Morales “foram desrespeitados”.

- PUBLICIDADE -

A Justiça da Bolívia anulou a ordem de detenção contra o líder indígena e ex-presidente Evo Morales, membro do Foro de São Paulo

A decisão acontece uma semana depois de seu afilhado político, Luis Arce, ser eleito presidente.

Evo Morales havia sido acusado pelo crime de terrorismo.

A informação foi confirmada, nesta segunda-feira (26), pelo juiz Jorge Quino, presidente do Tribunal Departamental de Justiça de La Paz.

Quino disse que a ordem de detenção contra Morales, que está exilado na Argentina, foi suspensa porque “seus direitos foram desrespeitados, basicamente o direito à defesa, pois o ex-presidente não foi devidamente convocado”.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -