Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolívia fecha embaixadas no Irã e na Nicarágua

Jeanine tenta desfazer anos de regime socialista na Bolívia
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Além do fechamento das embaixadas, o governo boliviano passou de 20 a 17 ministérios.

O governo interino da Bolívia ordenou, nesta quinta-feira (4), o fechamento de suas embaixadas no Irã e na Nicarágua.

Ambos os países são aliados do ex-presidente Evo Morales e controlados por regimes autoritário.  

A presidente interina Jeanine Añez alegou que é necessário economizar recursos para destiná-los à luta contra a pandemia de coronavírus.

Añez também anunciou¹ que seu governo está extinguindo os Ministérios da Cultura e dos Esportes, que passarão a compor o Ministério da Educação; e o Ministério da Comunicação, que passará a ser uma secretaria da Presidência. 

“Todo o dinheiro economizado com essa redução será destinado à saúde e ao combate ao vírus”, disse Añez.

Ao comentar sobre o fechamento das embaixadas em Teerã e Manágua, Añez disse que a Bolívia “não tem nada contra esses países nobres, povos e irmãos que respeitamos e somos amigos”.

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários