Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro aceitará decisão do STF sobre privatizações

Jair Bolsonaro e Dias Toffoli
COMPARTILHE

A privatização é um dos pilares do programa de ajuste fiscal implementado pelo ministro Paulo Guedes.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, vai acatar o que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre a necessidade de aprovação, pelo Congresso Nacional, da venda de ações de empresas públicas.

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que Bolsonaro aceitará o posicionamento do STF mesmo que a derrota signifique um revés a um dos pilares da política econômica do ministro Paulo Guedes.

Em conversa com jornalistas, segundo a Folha, Rêgo Barros afirmou que o presidente, “democrata que é, vem se posicionando no sentido de entender a dimensão do que significa independência dos poderes, razão pela qual independente do que venha a ser acordado ou decidido na nossa maior casa jurídica do país, ele acatará in totum [expressão em latim que significa na totalidade]”.

Segundo o porta-voz, a equipe econômica trabalha com um plano B para o caso de o STF manter a proibição de venda de ações públicas sem aval do Congresso:

“Claramente, o que está a ser julgado no STF naturalmente já foi percebido pelo Ministério da Economia, e eles têm as suas posições e seus estudos para dar continuidade à política econômica do país, se por acaso não obtivermos o êxito que desejamos.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE