Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Bolsonaro afasta fantasma da ‘regulamentação da mídia’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Bolsonaro afasta fantasma da 'regulamentação da mídia'

“Recomendo um estágio na Coréia do Norte ou Cuba”, afirmou Bolsonaro sobre a possibilidade de regulamentar as redes sociais.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, utilizou seu perfil no Twitter para rebater rumores de que seu governo pretende implementar algum tipo de “regulamentação da mídia, aí incluída as sociais”.

“Em meu Governo a chama da democracia será mantida sem qualquer regulamentação da mídia, aí incluída as sociais”, afirmou Bolsonaro em tuíte publicado na tarde deste domingo (5).

“Quem achar o contrário recomendo um estágio na Coréia do Norte ou Cuba”, acrescentou o presidente, em referência à ditaduras onde a liberdade de expressão é cerceada com frequência.

Apesar de não citar nomes, a mensagem de Bolsonaro é uma provável resposta ao comentário do apresentador e humorista Danilo Gentili, que demonstrou preocupação com declarações do ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto Santos Cruz.

“As distorções, os grupos radicais, sejam eles de uma ponta ou de outra […] isso aí têm que ser tomado muito cuidado, tem que ser disciplinado, a legislação tem que ser melhorada”, declarou o general Santos Cruz em entrevista à jornalista Vera Magalhães, da Jovem Pan, em 5 de abril, durante uma viagem aos Estados Unidos, conforme reportagem da RENOVA.

Logo em seguida, Gentili elogiou as declarações do presidente Bolsonaro e pediu para que o compromisso de não regulamentação da mídia fosse registrado pelos seus seguidores.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias