Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro autoriza operação de apoio a distribuidoras elétricas

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Governo Temer burlou sanções dos EUA para pagar Venezuela
COMPARTILHE

Reajustes de tarifas poderiam ser exigidos pelas distribuidoras de energia devido a cláusulas dos contratos de prestação dos serviços.

Devido aos efeitos da pandemia de coronavírus sobre o setor, o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou decreto que autoriza uma operação de apoio a distribuidoras de energia elétrica.

O decreto, que foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União, na noite de segunda-feira (18), prevê a possibilidade das empresas do setor buscarem empréstimos junto a bancos públicos e privados para compensarem perdas de receita e alta da inadimplência.

Os custos desses empréstimos serão compartilhados entre as companhias e seus grandes consumidores, como as indústrias.

Os clientes residenciais não vão pagar essa conta, como noticiou a RENOVA.

Os financiamentos irão cobrir déficits ou antecipar receitas das distribuidoras com diversos itens de abril a dezembro de 2020.

Eles serão tomados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) para evitar que as dívidas impactem os balanços das empresas.

O valor da operação, no entanto, ainda não foi divulgado, mas a secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia, Marisete Pereira, disse recentemente que o apoio às elétricas envolverá mais de R$ 10 bilhões.

Em nota à imprensa, o Ministério defendeu que a medida também beneficiará os consumidores de energia ao poupá-los de aumentos tarifários que poderiam ser necessários para equilibrar a situação financeira de concessionárias de distribuição em meio aos impactos da pandemia sobre o mercado, destaca a agência Reuters.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.